Blog dedicado à unidade curricular de Jornalismo Televisivo da Universidade Lusófona do Porto

Quarta-feira, 09 de Março de 2022

Texto pivô: O Seminário Cristo-Rei, em Gaia, já conseguiu enviar para a Ucrânia 9 camiões TIR carregados de bens de primeira necessidade.

Voz off 1: A onda de apoio à Ucrânia no Seminário Cristo-Rei, em Gaia, já reuniu mais de 100 toneladas de bens primários. Todos os bens são enviados para a zona fronteiriça da Polónia com a Ucrânia. Ivan Mudi Shak está radicado em Portugal há cerca de 20 anos e é o coordenador de toda esta operação.

Entrevistado 1: Decidimos que vamos fazer qualquer coisa para ajudar. Passadas meia dúzia de horas, organizamos um grupo de voluntários e isto começou a crescer tanto que nós, neste momento, já mandámos 9 camiões para a Ucrânia – desses 9, 3 já estão lá.

Voz off 2: Ao local, não param de chegar viaturas particulares com as malas carregadas de alimentos, roupas, mantas e medicamentos.    

Entrevistada 2: Durante a semana foi sempre um caos. Sempre a chegarem carrinhas de vários lados, por exemplo, de Airães e Felgueiras chegaram 5 carrinhas. Todo mundo teve de ajudar para descarregar e ficar tudo aqui e foi assim a semana toda.

Voz off 3: Todos os bens são organizados por categorias e etiquetados em português, inglês e ucraniano. São dezenas os voluntariam que aqui vêm para contribuir na organização dos bens.

Entrevistada 3: O fim-de-semana foi muito intenso, vieram muitos voluntários. Isto é uma constante de chegada de carros particulares a despejar tudo o que podem. As pessoas têm sido extremamente generosas, muito focadas na ajuda aos refugiados e aos soldados. Vêm materiais diversos - aqui é tudo separado -, vêm, nós separamos tudo, etiquetamos tudo em 3 línguas e depois preparamos tudo para quando vem o camião.

Voz off 4: A todo o momento, chegam novas caras dispostas a ajudar. Para isso, devem inscrever-se à entrada do local. Os ucranianos responsáveis por esta iniciativa estão surpreendidos com toda a adesão por parte dos portugueses e de todos aqueles que escolhem ajudar.

Entrevistado 4: Desde o início até hoje, pelas minhas contas, 180 toneladas que foram daqui. Então imagina: tudo à mão, sem empilhadoras, sem nada. Um grupo de voluntários, centenas de voluntários, todos os dias. Nós batemos todos os recordes. Ninguém fez, até hoje, na história, isto.

 

[Reportagem de Ana Gomes e Ana Jorge]

publicado por Ana Jorge às 16:08

Terça-feira, 15 de Abril de 2014

Texto pivô:

A marina de Gaia recebe, pela primeira vez, a Feira Campo. Proporcionada pelo Qualifica, esta tem o objetivo, de apelar ao desenvolvimento de produtos tradicionais portugueses.

 

 

 

 

Voz off 1: O público vê o produto tradicional como o que tem mais qualidade.

 

Entrevistado 1: Eu acho que o produto tradicional tem mais qualidade, muito mais qualidade, pelo menos no sabor.

 

Entrevistado 2: Eu gosto mais das coisas mais tradicionais, do que das coisas mais fabricadas, dos enchidos de fábrica, dos presuntos, etc.

 

Entrevistado 3: O dinheiro conta sempre, mas se o artigo for de qualidade, que a gente saiba que realmente tem valor, também apostamos mais um bocadinho na qualidade.

 

Entrevistado 4: Gosto de produtos tradicionais e à partida, são fabricados com mais pureza.

 

Voz off 2: São muitas as razões que influenciam o público a efetuar a sua compra.

 

Entrevistado 5: É evidente que sim, se eu provar uma carne que é feita no tempo dos nossos avós, feita em salgadeiras e coisas do género, não tem nada a ver com aquilo que a gente compra hoje nos hipermercados.

 

Entrevistado 6: Primeiro são portugueses e eu acho que devo fomentar a economia nacional e em segundo plano acho que devo incentivar as pessoas que fazem.

 

Entrevistado 7: Os produtos são mais frescos, nos hipermercados são comprados em grandes quantidades, são guardados em câmaras frigoríficas e tudo isso vai alterando o paladar e a textura.

 

Voz off 3: Divulgar o produto, implementá-lo no Mercado e fazer com que cada vez mais pessoas o conheçam é o objetivo dos produtores.

 

Entrevistado 8: O mais importante é a divulgação e depois rentabilizar se for possível.

 

Entrevistado 9: Dar a conhecer o que nós temos de bom, no nosso Portugal. Acho que cada vez mais temos uma grande seleção e as pessoas começam-se a aperceber que o produto tradicional, realmente o que é bom e a diferença dos hipermercados para os pequenos produtores.

 

Entrevistado 10: O público, há pessoas que querem só o que é bom, não se importam de comprar o que é tradicional, que é o melhor, nem perguntam o preço.

 

Voz off 4: Mesmo nos tempos que correm, os produtos tradicionais continuam a ser a escolha dos portugueses.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Texto: Hugo Ramos e Tânia Durães

Imagem e Som: Vítor Pinto

 

 

publicado por taniaduraes às 15:43

Segunda-feira, 12 de Março de 2012
Texto-Pivô:
É através do funicular dos guindais que se avista o porto pelos ares.
Um meio de transporte menos vulgar que permanece no olhar curioso de quem lá passa.
publicado por inesousalmeida às 22:24

mais sobre mim

Agustina Uhrig Raquel Batista

Ana Araújo

Ana Capelo, Inês Guimarães e Maria Pereira

Ana Fernandes e Vanessa Sousa

Ana Gomes

Ana Jorge

Ana Laura

Ana Laura

Ana Luísa do Vale

Ana Martins

Ana Miranda

Ana Miranda

Ana Pascoal

Ana Ribeiro

Ana Rita Azevedo

Ana Rita Azevedo

Ana Rita Castro e Mara Craveiro

Ana Silva

Ana Silva

Ana Sofia Silva

Andreia Araújo

Andreia Oliveira; Gisela Silva; Marta Oliveira

Andreia Resende

André Silva

Barbara Couto, David Soares e Fábio Costa

Barbara Viana da Mota

Beatriz Sousa

Beatriz Sousa Santos

Beatriz Walviesse Dias

Bernardo Monteiro

Bernardo Monteiro

Bárbara Dias, Luana Teixeira, Sofia Coelho

Bárbara Oliveira

Bárbara Viana da Mota

Catarina Almeida

Catarina Lemos

Catarina Preda

Catarina, Inês e Vânia

catarinarocha

Cláudia Carvalho, Soraya Évora, Diogo Rodrigues

culturaulp

Daniel Dias | Eduardo Costa | João Rocha

Daniel Gonçalves

Daniela Couto, Marta Andrade, Raúl Gaspar

danipinojtv

David Sancho

david_9

Diana Alves

Diana Ferreira

Diana Fonseca

Diana Loureiro

Diana Morais Ferreira

Diana Nogueira

Diana Pinheiro

Diogo Azevedo

Diogo Costa

Diogo de sousa a21902759

Diogo Dias

Diogo Moreira

Débora de Sousa

Eduardo Costa

Esperança Joaquim

Esther Egea

fabio

Filipa Coelho

Francisca Rodrigues

Francisco Moreira

Fábio Andrade

Gabi Araújo

Gabriela Bernard, Inês Fernandes e Rafael Moreira

Gabriela Ferreira

Gabriela Silva |Eduardo Vinuesa |María León

Gonçalo Azevedo

Graciete Cazequeza

Guilherme Cardoso

Guilherme Caroço

guillealonsof

Henrique Silva

Inês Fernandes

Inês Lopes Costa

Inês Matos

Inês Santos

ivaniadcardoso

Joana Oliveira

Joana Vieira

joaovieiraallan

jornalismo-alexandra2022

jornalismotv

jornalismovanessacunha

José Filipe Jesus

João Pimenta

João Tavares

Juliana Neves

Juliana Pinheiro

Juliana Silva

Jéssica Rocha

Leonor Ferraz

Lisandra Valquaresma

Lourenço Hecker

Lourenço Lopes

Lúcio Gomes Correia

Mara Craveiro

Marco Campos

Maria Ferreira

Maria Flambó

Maria Inês Moreira

Maria João Leal Pereira

Maria João Silva

Maria Vitória Costa

Mariana Azevedo

Mariana Venâncio

Marta Andrade

Marta Bacelar

MartaBm

MaríliaGonçalves

Matilde Silva

Miguel Valdoleiros

Nádia Santos

Palmieri

Patrícia Dias

Patrícia Sofia Pereira

Pedro Faria

Pedro Lorador

Pedro Silva

Q'queres Morcão?

Rafael Oliveira

Raquel Valente

Rayne Fernandes

Renata Andrade

Ricardo Marques

Rita Almeida

Rita Silva

Rody Regan

Rosária Gonçalves

Ruben Marques

Ruben Peixoto

Ruben Peixoto3

Rui JM Fernandes

Rui Ribeiro

Sara Alves

Sara Calafatinho

Sara oliveira

Sara Silva

sessaomeianoite

Soraya Évora

Susana Moreira

t0pas

taniaduraes

TF

Tiago Oliveira

Tiago Ribeiro

Tiago Sá Pereira

vanessasanogueira

Vicente Garim

pesquisar
 
Junho 2022
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
11

12
13
14
15
16
18

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


Últ. comentários
Bom dia aos autores deste blog,Querem a ajuda da e...
https://verdade-rigor-honestidade-diferente.blogsp...
Os portistas estavam muito confiantes, mas este nã...
subscrever feeds

SAPO Blogs


Universidade de Aveiro