Blog dedicado à unidade curricular de Jornalismo Televisivo da Universidade Lusófona do Porto

Quarta-feira, 12 de Junho de 2019

TEXTO-PIVÔ: Os pescadores portugueses e espanhóis retomaram a pesca da sardinha depois de oito meses de paragem. Boas notícias para a comunidade de S. Pedro da Afurada... mas este não é o fim dos problemas.

VOZ-OFF 1: A pesca na Afurada já foi assim. Agora...

ENTREVISTADO 1 (ANTÓNIO LOPES): Está mesmo, mesmo mal. Não há pessoal para ir ao mar. E acabando estes dois, quatro velhos que andam aí, isto acaba.

VOZ-OFF 2: Uma comunidade envelhecida que já não sai tanto ao mar e que começa a ver o turismo a substituir a pesca na economia da freguesia.

ENTREVISTADO 1 (ANTÓNIO LOPES): É pouco peixe que se apanha, e se não der dinheiro, o que é que acontece? Não ganhas nada.

ENTREVISTADO 2 (AMADEU DE TAVARES): Antigamente, a gente fazia a pesca do carapau e dava algum dinheiro. Agora não dá dinheiro nenhum.

VOZ-OFF 3: Na Afurada, a pesca segue de geração em geração. Ou seguia. Amadeu de Tavares tornou-se pescador por causa do pai, mas não passou o testemunho.

ENTREVISTADO 2 (AMADEU DE TAVARES): Um pai ou uma mãe tentam sempre dar o melhor aos filhos. Tentei sempre levar os meus filhos para fora da pesca.

VOZ-OFF 4: António Lopes também já percorreu muito caminho, mas já pendurou a cana.

ENTREVISTADO 1 (ANTÓNIO LOPES): Vens para aqui, pá? Isto aqui é para pior, não é para melhor. Isto aqui é cada vez para menos.

VOZ-OFF 5: Os pescadores em S. Pedro da Afurada dedicam-se agora à pesca da sardinha. Foi preciso parar em setembro do ano passado para permitir a renovação da espécie.

ENTREVISTADO 2 (AMADEU DE TAVARES): Vá lá que deu outra pesca. Deu muito biqueirão. E foi aí que os pescadores ganharam alguma coisa. Senão, era uma miséria. Não havia sardinha, era uma miséria.

ENTREVISTADO 3 (FRANCISCO SARAIVA): Há esses momentos em que há o defeso, em que é proibida a pesca de determinadas espécies, para que depois haja, de facto, espécies para pescar. Obviamente, a comunidade nunca gosta de não poder pescar, porque isso afecta claramente o seu rendimento.

VOZ-OFF 6: Santos de casa não fazem milagres, mas em terras de S. Pedro, reza-se por tempos melhores.

Daniel Dias e Susana Oliveira.

publicado por Daniel Dias | Eduardo Costa | João Rocha às 15:17

pesquisar
 
Junho 2019
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


Últ. comentários
https://verdade-rigor-honestidade-diferente.blogsp...
Os portistas estavam muito confiantes, mas este nã...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro