Blog dedicado à unidade curricular de Jornalismo Televisivo da Universidade Lusófona do Porto

Quarta-feira, 02 de Maio de 2018

Texto-Pivot: Com 160 anos de história, a Santos & Irmãos é uma das lojas de molduras mais antigas do mundo. O Douramento é um dos processos que a loja não esquece e que concilia com a inovação.

 

 

 

Entrevistado 1: A Santos & Irmãos foi fundada em 1858 por um aluna da academia de Belas Artes e pelo seu irmão. Não havia nenhuma casa no Porto que fizesse molduras e portantnto ele decidiu começar as suas próprias molduras até um ponto em que os próprios colegas da academia lhe começaram a encomendar e ele, pronto, acabou por seguir essa oficina.

Entrevistado 2: Acho que isto é uma coisa que faz parte dos resistentes da cidade do Porto que insistem em manter a sua identidade e insistem em fazem aquilo que acham que devem fazer sem, sem aquele lucro imediato.


Entrevistado 3: Em primeiro lugar temos que reconstruir todas as peças que estão em falta. Depois, para dar o acabamento final, temos que dar uma base onde vai assentar a folha de ouro, dar o mordente, onde a folha de ouro vai agarrar, depois vamos isolar a folha de ouro. Pronto, basicamente é isso, e depois no final então, damos-lhe um acabamento para dar aquele aspeto de peça antiga, "pátinamos" o ouro que lhe dá depois o acabemento final de uma peça antiga, com aspeto antigo.


Entrevistado 1: São molduras personalizadas, adaptadas à peça, não só à peça mas também ao ambiente para onde vai. Portanto, tentamos pegar nas técnicas centenárias que conhecemos e que sabemos, e aplicamos em modelos de moldura altamente personalizados e altamente exclusivos.


Entrevistado 1: É no fundo... é amor, não é? A arte é vida, é tudo aquilo que nós podemos ter contato e crescer, de certa forma, termos secalhar outra visão do mundo ou secalhar a mesma mais... com mais intensidade.

publicado por Maria João Silva às 15:00

pesquisar
 
Maio 2018
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


Últ. comentários
Os portistas estavam muito confiantes, mas este nã...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro