Blog dedicado à unidade curricular de Jornalismo Televisivo da Universidade Lusófona do Porto

Quarta-feira, 22 de Maio de 2019

Texto-pivô: Os escape games- jogos de fuga- são hoje considerados atividades de entretenimento. São realizados em grupo e cada um tem uma história, mas o principal objetivo é escapar.

Voz off 1: Começa a contagem decrescente. 60 minutos é o tempo dado para a fuga.

Entrevistado 1: E para sair dessa sala vocês têm que resolver enigmas. Esses enigmas vão dar algumas informações para vocês, para abrir alguns cadeados, algumas portas que estão trancadas, algumas gavetas que estão com cadeado ou chave.

Voz off 2: O tema muda em cada sala. Filmes, videojogos, séries servem de inspiração na montagem e criação destes espaços.

Entrevistado 2: É um bocado a ideia de ir ao cinema, cada filme é um filme, portanto ver um filme novo é sempre algo interessante.

Voz off 3: Os participantes passam a fazer parte da ficção. Aqui a ideia chave é a experiência de uma realidade alternativa.

Entrevistado 1: Os jogos na vida real foram criados realmente para sair um pouco dos videojogos e tornar mais real a experiência.

Entrevistado 2: Os escape games acho que fazem isso melhor que outra atividade porque as pessoas estão mesmo dentro de um cenário, estão isoladas do exterior e basicamente durante aquele momento, é aquilo que se passa, aquela é a realidade.

Voz off 4: Basta marcar para entrar, mas o difícil é sair.

Catarina Almeida e Ana Francisca Rodrigues

publicado por Catarina Almeida às 13:31

pesquisar
 
Maio 2019
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

13
14
16
17
18

19
20
24
25

26
27
30
31


Últ. comentários
https://verdade-rigor-honestidade-diferente.blogsp...
Os portistas estavam muito confiantes, mas este nã...

blogs SAPO


Universidade de Aveiro