Blog dedicado à unidade curricular de Jornalismo Televisivo da Universidade Lusófona do Porto

Terça-feira, 09 de Junho de 2020

Reportagem de Eduardo Carvalho, João Pimenta e Jordânia de Cassia 

PIVÔ: A morte do afro-americano, George Floyd, gerou revolta social. Em Portugal,
levou milhares de pessoas à rua.

Voz - off 1: O assassinato de George Floyd, no dia 25 de maio, por um policial nos
Estados Unidos, gerou uma onda de protestos vem ocorrendo em todo mundo. No Porto
também houve manifestações.

VIVO: Na Avenida dos Aliados, se reuniram hoje, cerca de 2 mil pessoas em uma
manifestação pacífica contra o racismo. Estas mesmas manifestações estão ocorrendo
em outras partes do país, como Lisboa, Braga, Coimbra e Faro.

Entrevistada 1 (Titina Cá - estudante): Estas iniciativas são importantes,
principalmente porque Portugal é um país em que não se fala muito do racismo.

Entrevistada 2 (Alice Chaves – estudante): Foi interessante dar voz para as pessoas que
passaram por algum preconceito e a importância de vermos que somos todos seres
humanos e que todas as vidas realmente importam.

Voz-off 2: As manifestações, organizadas através das redes sociais, pedem pelo fim da
violência policial e do racismo.

VIVO (manifestante): A polícia precisa ir naqueles bairros onde há pretos, como
dizem, e se aproximar das crianças desde muito cedo, não ir lá agir a base de força.

Entrevistada 3 (Daniela Costa – organizadora do evento): Não estava à espera da
metade das pessoas que apareceram, fico feliz. Recebemos muitos comentários e
ameaças, mas a gente está aqui com toda a garra, com toda a força, isto é tudo nosso.

Voz-off 3: Por enquanto, fica a esperança de que um dia todos possam dançar juntos.

publicado por João Pimenta às 23:58

Texto Pivô: A discriminação e a luta pela igualdade de direitos levam várias pessoas, de Norte a Sul do país, a saírem em protesto.

Voz Off 1: A nossa luta é todo o dia. Contra o racismo e a xenofobia, a nossa luta é todo dia….

Voz Off 2: Foi no dia 6 de junho que Portugal reuniu várias manifestações com o desejo de resgatar o futuro.

Vivo: Entre a Cordoaria e os Aliados, muitos foram aqueles que se juntaram para unir forças contra o racismo e por igualdade de direitos.

Entrevistado 1: Eu acho incorreto as pessoas julgarem-nos pela nossa cor.

Entrevistado 2: Acho que o que nos traz aqui é lutar pela igualdade de toda a gente independentemente de quaisquer caraterísticas e espero que faça efeito.

Voz Off 3: Foram várias as associações, iniciativas antirracistas e estudantis que participaram nesta luta pelo bem-estar cívico de todas as pessoas de diferentes grupos étnicos.

Entrevistado 3: Isto são tudo situações que não são só políticas, não são só económicas, tem consequências diretas a nível do racismo e da manutenção e do levantamento de estruturas fascistas e é por isso que estamos aqui hoje.

Voz off 4: Foi um protesto pacífico que serviu não só para homenagear as vítimas de racismo, mas também chamar a atenção da sociedade para o problema da discriminação.

publicado por Andreia Oliveira; Gisela Silva; Marta Oliveira às 23:38

Texto pivô: Os profissionais da cultura manifestaram-se no dia 4 de junho no Porto. Com a crise que o setor atravessa, são pedidas medidas de apoio urgentes.

Voz-off 1: “Calados, mas nunca parados”, para relembrar a precariedade do setor cultural que a pandemia veio agravar. Sem trabalho há cerca de três meses, muitos profissionais queixam-se que a ajuda nunca chegou.

Mariana Santos: Desde 10 de março que todos os nossos espetáculos foram cancelados, ficamos completamente sem qualquer tipo de rendimentos.

Inês Isildo: Todos os trabalhadores com vínculos precários e situações de falsos recibos verdes, viram os seus rendimentos serem completamente cortados, muitos deles por parte de instituições que não tiveram responsabilidade social de garantir os 50% mínimos.

António Serginho: Sou músico e também tive o meu trabalho praticamente todo cancelado até setembro e, porque sei que quantos mais tivermos hoje, mais força tem.

Vivo: Manifestaram-se, hoje, na avenida dos aliados centenas de pessoas. Unidos lutam pela cultura, que dizem estra esquecida.

Inês Isildo: Nós lutamos por reformas estruturais, no que respeita à legislação da cultura, e à responsabilização das instituições para vínculos de trabalhos que sejam dignos.

António Serginho: É chamar atenção que há milhares de pessoas que trabalham nesse setor e que a previsão do trabalho é muito má, e é para isso que estamos a chamar atenção para não deixar ninguém para trás.

Teresa Antunes: Temos o direito de nos manifestar e acho que devemos de usufruí-la. É importante vir para aqui mostrar que somos muitos e, que agora ainda mais precisamos de apoios, de respostas.

Voz-off 2: A cultura sempre teve um papel fundamental na sociedade. Num momento em que é exigido o isolamento, a mesma tornou-se essencial como refúgio à rotina.

António Serginho: Eu acho que ficou claro para toda a gente que teve de ficar em casa fechada dois meses, que se tivessem sem ouvir música, sem ver um filme, toda a gente tinha dado em louca, é essencial à saúde mental das pessoas.

Teresa Antunes: Acho que foi bom também para enriquecer e percebermos em coletivo que de facto isto é muito mais importante do que pensamos.

Voz-off 3: Apesar da reabertura de vários espaços culturais, o mesmo não é sinónimo de trabalho. agora resta esperar pelo futuro que se prevê incerto.

publicado por Daniela Couto, Marta Andrade, Raúl Gaspar às 23:32

Texto pivô: Portugal saiu à rua em tom de protesto. Milhares marcaram presença nos aliados.

Entrevistado 1 – “Lembro-me de estar a jogar e ouvir oh preta, oh macaca, vai para a tua terra. Eu ouvi isto.”

Voz off1 - Gritos contra o racismo e xenofobia. Contudo, a imagem que fica independente da cor ou da raça é esta.

Entrevistada 2 - “A nossa união, a nossa força enquanto sociedade, para realmente poder mudar mentalidades, poder melhorar a vida de toda a gente.”

Voz off2 - Com as manifestações nos Estados Unidos como pano de fundo. Os aliados encheram-se de manifestantes.

Entrevistado 3- “Que haja mais igualdade, que haja mais equidade e que se repense a nossa sociedade e os nossos valores.”

Voz off 2 - Milhares de pessoas saíram à rua em forma de protesto. A máscara esconde a emoção de quem já sofreu na pele racismo.

Entrevistado 1 - “Nós estarmos em pleno século XXI e uma pessoa estar a exercer o seu trabalho e estar a ouvir frases como aquelas…”

Voz off 4 - As manifestações aconteceram um pouco por todo o mundo. A luta continuará para que este problema mundial possa ser ultrapassado.

Reportagem por: Sara Silva

 

publicado por Sara Silva às 22:15

Texto Pivô: Devido à pandemia, todos os campeonatos desportivos foram suspensos. O futebol e vários desportos motorizados encontraram uma alternativa no digital.

Voz Off (1): 16 clubes portugueses defrontaram-se no mundo virtual em partidas do videojogo de futebol FIFA20. A Liga “Fica em Casa” foi uma iniciativa da Liga Portuguesa de futebol.

Entrevistado (1) – Luís Machado: “Excelente, excelente, foi uma boa experiência e o Toni deu aqui muita luta, foi um jogo muito competitivo”.

Entrevistado (2) – João Monteiro: “O principal objetivo aqui era criar uma forma de entretenimento e acho que isso foi bem alcançado”.

Entrevistado (3) – Tomás Reymão: “O mais importante, no meio disto tudo, era entreter as pessoas lá em casa durante este período mais complicado.”

Voz off (2):  A competição virtual de MotoGP contou com a participação do piloto português Miguel Oliveira.

Entrevistado (4) – Miguel Oliveira: “Eu tenho algumas dificuldades com estas tecnologias, é muito mais fácil conduzir a moto na pista”.

Voz off (3): A Fórmula 1 virtual, além dos pilotos da categoria, contou com a presença dos futebolistas Sergio Aguero, Thibaut Courtois e Arthur Melo.

Entrevistado (5) – Arthur Melo: “Eu vou correr no circuito virtual da F1, pela equipa Haas. Estou muito feliz pelo convite. Vou correr juntamente com o meu amigo, meu parceiro Pietro Fittipaldi”.

Vivo: Para quem gosta de desporto e de videojogos, esta foi uma das formas encontradas para se entreter durante o confinamento. João Tavares, Beatriz Dias, Diana Ferreira, Universidade Lusófona do Porto.

publicado por Diana Ferreira às 00:48

mais sobre mim

Agustina Uhrig Raquel Batista

Ana Luísa do Vale

Ana Martins

Ana Miranda

Ana Miranda

Ana Ribeiro

Ana Rita Azevedo

Ana Rita Azevedo

Ana Rita Castro e Mara Craveiro

Ana Silva

Ana Sofia Silva

Andreia Araújo

Andreia Oliveira; Gisela Silva; Marta Oliveira

Andreia Resende

Barbara Couto, David Soares e Fábio Costa

Barbara Viana da Mota

Beatriz Sousa

Beatriz Walviesse Dias

Bernardo Monteiro

Bernardo Monteiro

Bárbara Dias, Luana Teixeira, Sofia Coelho

Bárbara Dixe Ramos

Bárbara Oliveira

Bárbara Viana da Mota

Catarina Almeida

Catarina, Inês e Vânia

catarinarocha

Cláudia Carvalho, Soraya Évora, Diogo Rodrigues

culturaulp

Daniel Dias | Eduardo Costa | João Rocha

Daniel Gonçalves

Daniela Couto, Marta Andrade, Raúl Gaspar

danipinojtv

David Sancho

david_9

Diana Alves

Diana Ferreira

Diana Nogueira

Diana Pinheiro

Diogo Moreira

Débora de Sousa

Eduardo Costa

Esperança Joaquim

Esther Egea

fabio

Filipa Coelho

Francisca Rodrigues

Gabi Araújo

Gabriela Bernard, Inês Fernandes e Rafael Moreira

Gabriela Ferreira

Gabriela Silva |Eduardo Vinuesa |María León

Guilherme Cardoso

guillealonsof

Inês Fernandes

ivaniadcardoso

Joana Oliveira

Joana Vieira

joaovieiraallan

jornalismotv

jornalismovanessacunha

João Pimenta

João Tavares

Juliana Neves

Juliana Pinheiro

Jéssica Rocha

Leonor Ferraz

Lisandra Valquaresma

Lourenço Lopes

Lúcio Gomes Correia

Mara Craveiro

Maria Ferreira

Maria Flambó

Maria Inês Moreira

Maria João Silva

Marta Andrade

MartaBm

MaríliaGonçalves

Nádia Santos

Palmieri

Patrícia Dias

Patrícia Sofia Pereira

Pedro Faria

Pedro Lorador

Q'queres Morcão?

Rafael Oliveira

Rayne Fernandes

Renata Andrade

Ricardo Marques

Rita Silva

Rosária Gonçalves

Rui JM Fernandes

Sara Alves

Sara Calafatinho

Sara oliveira

Sara Silva

sessaomeianoite

Soraya Évora

Susana Moreira

t0pas

taniaduraes

TF

Tiago Ribeiro

Tiago Sá Pereira

vanessasanogueira

Vicente Garim

pesquisar
 
Junho 2020
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4
5
6

7
8
9
11
12
13

14
15
18
19
20

21
22
23
24
27

28
29
30


Últ. comentários
Bom dia aos autores deste blog,Querem a ajuda da e...
https://verdade-rigor-honestidade-diferente.blogsp...
Os portistas estavam muito confiantes, mas este nã...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro