Blog dedicado à unidade curricular de Jornalismo Televisivo da Universidade Lusófona do Porto

Terça-feira, 12 de Maio de 2020
Texto pivô: A orquestra para bebés decorre no Fórum Maia. Com o apoio do município e da escola de música Maestro Samuel Santos, conta já com 6 espetáculos realizados.
 

Off 1: Os bebés são os protagonistas, numa orquestra diferenciada. Juntos, pais e filhos partilham o palco e os instrumentos, criando mais do que uma melodia.

Vivo 1: É a primeira vez que vimos fazer esta experiência. Eu tomei conhecimento porque a educadora da Matilde no infantário sugeriu-nos vir a esta atividade. Eu acredito que quando fazemos estas atividades com eles também essa parte é fortalecida. Em todas as atividades sempre que possível nós tentamos fazer atividades como família até para gerar essa experiência em conjunto.

Off 2: As atividades promovem o desenvolvimento da criança através do contacto com os diferentes ritmos.

Vivo 2: A perceção que a gente tem é que ele quando ouve algum tipo de música, alguma coisa, ele reage de acordo e dança de acordo, (e antes não fazia), e antigamente não.

Off 3: As sessões são conduzidas sob a batuta de Samuel santos. Com 28 anos de experiência, o maestro recorre à música para criar uma proximidade familiar.

Vivo 3: Trabalho com os bebés, mas trabalho primeiro com os adultos. A partir do momento que me veem relacionar com os pais nesta horizontalidade, também percebem que eu sou de confiança.

Off 4: O programa de cada espetáculo torna-se exclusivo, alterando-se em função do estado de espírito dos bebés.

Vivo 4: O feedback dos pais é extraordinário. É qualquer coisa que nos ultrapassa. Tenho pais a dizer-nos, esta hora é única na vida deles.

Off 5: Com as datas esgotadas até junho para todos os espetáculos, a organização pondera a abertura de novas sessões. Para aqueles que procuram fugir à rotina, a orquestra para bebés é uma oportunidade de convívio em comunidade, propondo o reforço dos laços familiares.

publicado por Sara Alves às 23:21

Texto-pivô: Nasceu a primeira hiena malhada em Portugal. A fêmea encontra-se no Zoo Santo Inácio, e já é possível vê-la.

Voz-off 1: O Zoo Santo Inácio celebra este ano 20 anos com um novo membro que nasceu no final de outubro. Trata-se de uma hiena malhada que se veio juntar a mais de 600 animais, de 200 espécies diferentes.

Entrevistada: No início quando ela nasce é feito um primeiro teste para perceber se ela era fêmea ou macho, foi pesada, medida. A partir daí não é mais tocada e segue o seu percurso natural com os pais. Quanto ao seu habitat é uma tentativa o mais real possível de aproximar ao habitat das hienas na natureza.

Voz-off 2: Através do Facebook, ficou decidido o nome para a pequena hiena. Shenzi, inspirado numa hiena do filme Rei Leão, foi a mais votada pelo público.

Entrevistada: As hienas são uma espécie não muito familiar, um bocadinho pela conceção do rei leão, que de certa forma vê as hienas como as vilãs, e acho que as pessoas tomam um pouco desse partido, no entanto, é uma espécie muito importante na natureza.

Voz-off 3: Os visitantes mais regulares deste zoo são crianças entre os 3 e os 12 anos, devido ao facto de receberem muitas visitas de escolas, no entanto, tem-se vindo a verificar um aumento no número de jovens e adultos que deixaram algumas palavras sobre a hiena.

Pablo Fernández: Não conhecíamos. Ficamos surpresos quando chegamos aqui e vimos um novo membro na família. Há que encontrar um bom padrinho.

(Repórter): Associam-se muito as hienas ao rei leão como as vilãs, as más. Quando chega aqui tem esse impacto também?

Isabel Álvarez: Sim

(Repórter): Também são más?

Isabel Álvarez: Sim, são maiores sim.

Voz-off 4: O zoo Santo Inácio participa em programas que têm como objetivo fomentar nascimentos de espécies em perigo ou até em risco de extinção. Desde a abertura já teve mais de 150 nascimentos ao abrigo destes programas, o mais recente, o de Shenzi.

Entrevistada: Apesar de não ser uma espécie em extinção é uma espécie ao abrigo do programa EEP, porque o número de indivíduos está a diminuir.

Voz-off 5: Shenzi promete fazer as delícias de quem por ali passa. Quanto ao futuro, a hiena terá de ser encaminhada para um novo zoo e afastar-se dos pais, Buia e Dave, mas o objetivo é continuar a procriar a espécie.

 

 

 

publicado por Daniela Couto, Marta Andrade, Raúl Gaspar às 23:12

Texto Pivô:

A entrega de comida através de aplicativos é um dos setores ativos durante o confinamento. Apesar das medidas de higiene obrigatórias seguidas pelas empresas, alguns cuidados podem ser tomados quando os produtos chegam às nossas casas.

Voz Off:

Ficar em casa, trabalhar em homeoffice e evitar sair à rua. Com a quarentena, a solução para muitas pessoas passa pela utilização de aplicativos de entrega.

Entrevistado:

Eu tenho saído menos e eu tenho usado os aplicativos para conseguir comprar comida, comprar coisas do mercado, farmácia. O que eu puder pedir pelo aplicativo eu tenho usado.

Voz Off:

Apesar do medo que muitas pessoas sentem em encomendar comida através de delivery, especialistas referem que este não é um meio de contaminação de coronavírus.

Entrevistado:

[Dr. Frank McGeorge] There’s no evidence that coronavirus is transmitted by food, it’s not like a “norovirus” which can infect your intestinal tract, this is primarily a respiratory tract problem.

Voz Off:

Mas deixam também alguns conselhos para quem quiser higienizar os produtos que chegam às suas casas.

Entrevistado:

[Dr. Dan Quan] If you’re concerned that maybe a container is contaminated, pour it out a container, pour the food out into a container dispose of the container, wash your hands, it’s hard to avoid no matter what, so even if you have a person delivering the food to you or you go pick up the food I mean there’s still people handling the container anyway, whether it’s a person making the food or the person that’s going to deliver it, there’s still a risk.

Voz Off:

A facilidade das entregas ao domicílio é assim uma realidade para muitas pessoas, mantendo também ativos muitos dos restaurantes pelo mundo.

 

Realizado por: Beatriz Dias, Diana Ferreira e João Tavares

 

 

publicado por Diana Ferreira às 20:51

 

Texto pivot: A Eurovisão Europe Shine a Light, o espetáculo que irá substituir o Festival Eurovisão da Canção de 2020, será transmitido pela RTP no próximo dia 16 de maio.

 

Voz off 1 – No passado dia 7 de março realizou-se a final do Festival da Canção.  A música “Medo de Sentir” escrita por Marta Carvalho e interpretada por Elisa foi a vencedora.

 

Entrevistadas -   "Foi uma honra. Quando me receberam eu estava numa reunião de estratégia até da minha carreira enquanto artista, e surgiu esse convite. Eu fiquei assim um bocadinho, não estava nada à espera. Cresci a ver o festival da canção. Sempre acompanhei desde que me lembro. Portanto, foi uma grande honra poder fazer parte desta história."

 

Voz off 2 – Devido à Covid-19, e pela primeira vez, aquela que seria a 65ª edição do Festival Eurovisão da Canção foi cancelada. 

 

Voz off 3 – As 41 canções selecionadas serão agora homenageadas. Num formato não competitivo, o espetáculo terá também várias surpresas para os fãs e espectadores.

 

Voz off 4 – O novo espetáculo, Eurovision: Europe Shine a Light será emitido no dia 16 de maio na RTP, pelas 20 horas.

 

Realizado por Bárbara Oliveira, Débora de Sousa e Viviana Fangueiro

 

 

publicado por Débora de Sousa às 17:13

mais sobre mim

Agustina Uhrig Raquel Batista

Ana Luísa do Vale

Ana Martins

Ana Miranda

Ana Miranda

Ana Ribeiro

Ana Rita Azevedo

Ana Rita Azevedo

Ana Rita Castro e Mara Craveiro

Ana Silva

Ana Sofia Silva

Andreia Araújo

Andreia Oliveira; Gisela Silva; Marta Oliveira

Andreia Resende

Barbara Couto, David Soares e Fábio Costa

Barbara Viana da Mota

Beatriz Sousa

Beatriz Walviesse Dias

Bernardo Monteiro

Bernardo Monteiro

Bárbara Dias, Luana Teixeira, Sofia Coelho

Bárbara Dixe Ramos

Bárbara Oliveira

Bárbara Viana da Mota

Catarina Almeida

Catarina, Inês e Vânia

catarinarocha

Cláudia Carvalho, Soraya Évora, Diogo Rodrigues

culturaulp

Daniel Dias | Eduardo Costa | João Rocha

Daniel Gonçalves

Daniela Couto, Marta Andrade, Raúl Gaspar

danipinojtv

David Sancho

david_9

Diana Alves

Diana Ferreira

Diana Nogueira

Diana Pinheiro

Diogo Moreira

Débora de Sousa

Eduardo Costa

Esperança Joaquim

Esther Egea

fabio

Filipa Coelho

Francisca Rodrigues

Gabi Araújo

Gabriela Bernard, Inês Fernandes e Rafael Moreira

Gabriela Ferreira

Gabriela Silva |Eduardo Vinuesa |María León

Guilherme Cardoso

guillealonsof

Inês Fernandes

ivaniadcardoso

Joana Oliveira

Joana Vieira

joaovieiraallan

jornalismotv

jornalismovanessacunha

João Pimenta

João Tavares

Juliana Neves

Juliana Pinheiro

Jéssica Rocha

Leonor Ferraz

Lisandra Valquaresma

Lourenço Lopes

Lúcio Gomes Correia

Mara Craveiro

Maria Ferreira

Maria Flambó

Maria Inês Moreira

Maria João Silva

Marta Andrade

MartaBm

MaríliaGonçalves

Nádia Santos

Palmieri

Patrícia Dias

Patrícia Sofia Pereira

Pedro Faria

Pedro Lorador

Q'queres Morcão?

Rafael Oliveira

Rayne Fernandes

Renata Andrade

Ricardo Marques

Rita Silva

Rosária Gonçalves

Rui JM Fernandes

Sara Alves

Sara Calafatinho

Sara oliveira

Sara Silva

sessaomeianoite

Soraya Évora

Susana Moreira

t0pas

taniaduraes

TF

Tiago Ribeiro

Tiago Sá Pereira

vanessasanogueira

Vicente Garim

pesquisar
 
Maio 2020
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
14
15
16

17
21
22
23

26
28
29
30

31


Últ. comentários
Bom dia aos autores deste blog,Querem a ajuda da e...
https://verdade-rigor-honestidade-diferente.blogsp...
Os portistas estavam muito confiantes, mas este nã...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro