Blog dedicado à unidade curricular de Jornalismo Televisivo da Universidade Lusófona do Porto

Terça-feira, 28 de Fevereiro de 2017

 

Texto-pivô: A cidade do Porto recebe novas hamburguerias e conceitos inovadores. Mais de 20 espaços abriram num período de 5 anos. Os consumidores optam pelo atendimento personalizado e espaços acolhedores. 

 
 
VO: A chama portuense uniu-se à inovação e são poucas as ruas do Porto que não têm uma hamburgueria. Tradições afastadas para receber o conceito que conquistou a cidade.  
 
Vivo Entrevistado 1: "Cada vez mais têm vindo a ser abertas este tipo de casas e isto traz benefícios para o comércio da cidade. E mesmo para as pessoas que gostam aqui de gozar a vida, também vale a pena."
 
VO: As hamburguerias portuenses atravessam um período positivo. Num período de 5 anos, foram mais de 20 os espaços abertos. Números que tendem a aumentar. 
 
Vivo Entrevistado 2: "Gosto que haja muita concorrência deste tipo de espaços, pelo menos temos forma de escolher."
 
Vivo Entrevistado 3: "Parece que a cada rua que passamos, há uma hamburgueria."
 
VO: Os consumidores procuram conforto e ingredientes frescos. Tudo pronto para criar uma receita gastronómica, que só o Porto tem. 
 
Vivo Entrevistado 4: "O Porto é uma cidade que está em efervescência, uma cidade moderna, uma cidade que tem uma boa receptividade a inovações."
 
Vivo Entrevistado 5: "Começamos aqui com pouquíssimos restaurantes. E neste momento, só esta rua, tem cerca de 15-16 restaurantes."; "Temos algumas hamburguerias em que considero que, de facto, são boas hamburguerias. Outras nem tanto. Como é óbvio, como em tudo. Mas vejo como muito positivo o facto de haver mais hamburguerias e mais restaurantes. Convinha era haver um pouco mais de regulamentação." 
 
VO: As empresas de fast-food deixaram de ser a típica opção. Uma oferta variada para uma cidade em crescimento.
 
 
 
Maria Inês Moreira e Maria Inês Pinho
publicado por Maria Inês Moreira às 23:36

Texto-Pivô: O Porto tem-se preocupado com a renovação da cidade. Para isso é preciso investir em novos espaços dinâmicos. Foi o caso do District Offices and Lifestyle. No mesmo local aliaram a área do comércio com os escritórios.

 

 

 

Voz Off 1: O District Offices and Lifestyle criou novas oportunidades para algumas marcas expandirem o negócio. Este espaço empresarial está situado no Porto. Foi inaugurado no dia 9 de fevereiro. Maria João é uma das proprietárias da loja Geada. Dá enfâse a marcas e pequenos criadores portugueses.

Vivo Entrevistado 1: “A ideia cresceu de vários amigos se juntarem e terem um espaço em que tinham vários projetos num espaço só. Decidimos que era um sítio novo, em expansão e que seria muito mais interessante do que o sítio que já está em decadência como a Rua de Miguel Bombarda, por exemplo.”

Voz Off 2: Outra das lojas presente no District é a Barraquinha. Mónica Mota viu neste espaço um novo meio de divulgação para o negócio.

Vivo Entrevistado 2: “A comunidade do District faz parte de um conceito novo. Sabíamos já desde a altura que ia ser uma novidade para a cidade e sabíamos que iam ter aqui muitos escritórios, que íamos ter a possibilidade de conviver com outras pessoas e queríamos partir para uma experiência nova.”

Voz Off 3: Elisa Andresen faz parte do departamento de marketing. A responsável pelo espaço explica o que esteve na origem do projeto.

Vivo Entrevistado 3: “O projeto surgiu quando o imóvel ficou à venda. Na altura, portanto, foi comprado o edifício e como já era um edifício de serviços, nós aproveitamos então para implementar a ideia que estava em carteira.”

Voz Off 4: A localização é um ponto de referência. Deste modo os comerciantes apostam num espaço alternativo. Para Elisa esta é uma forma de fazer crescer as marcas.

Vivo Entrevistado 3: “Há empresas que já estavam no mercado a algum tempo, portanto, precisavam de um espaço maior e nós pudemos, portanto, disponibilizar este espaço.”

Voz Off 5: O District mostra interesse no comércio alternativo. Por isso pretendem investirem cada vez mais neste negócio.

 

Andreia Resende e Sara Oliveira

publicado por Andreia Resende às 19:51

Texto Pivô : Numa cidade onde circulam cada vez mais turistas, é necessário cativá-los.

O aparecimento dos tuktuk no Porto tem gerado grande polémica.

 

 

Voz Off 1 : A chegada dos Tukuk à Invicta tem motivado diversas opiniões.

Os taxistas são os principais afetados.

Vivo 1 : Eles têm praças próprias…Nos Clérigos, têm aqui em baixo, mas eles, param à porta dos hotéis. Não é legal, mas eles param. (E isso prejudica o vosso trabalho?) Prejudica e bastante!

Voz Off 2: Os portuenses mostram-se satisfeitos com estes veículos turísticos.

Vivo 2: Não tira a vez ao táxis nem nada, enquanto o tuktuk pode parar e mostrar a cidade, os táxis não, tem de andar depressa porque senão pagasse muito dinheiro.

Vivo 3: O Porto antes de haver outros meios, o Porto estava um bocadinho morto. Portanto, haver essa interatividade com o povo do Porto e mesmo os turistas, melhorou imenso.

Voz off 3: Contrariamente ao que acontece em Lisboa, estes veículos são utilizados apenas para fins turísticos.

Vivo 4 : Agora andarem a fazer os chamados transferes, que nós cá no Porto, optamos muitas vezes por não os fazer sendo que os tuktuk é um veículo turístico e então os transferes são destinados aos taxistas. Eles reclamam na perspetiva deles e muito bem, porque eles pagam as taxas e nós não. Nós aqui optamos por elevar os preços para as pessoas não quererem fazer esses transferes connosco porque é um serviço destinado aos taxistas.

Voz off4: Cada um vê a cidade de forma diferente. Aqui, há espaço para todos.

 

Rita Silva e Filipa Coelho

publicado por Filipa Coelho às 18:27

mais sobre mim

Agustina Uhrig Raquel Batista

Ana Chaira e Sara Silva

Ana Luísa do Vale

Ana Martins

Ana Miranda

Ana Miranda

Ana Ribeiro

Ana Rita Azevedo

Ana Rita Azevedo

Ana Rita Castro e Mara Craveiro

Ana Silva

Ana Sofia Silva

Andreia Araújo

Andreia Oliveira; Gisela Silva; Marta Oliveira

Andreia Resende

Barbara Couto, David Soares e Fábio Costa

Barbara Viana da Mota

Beatriz Sousa

Beatriz Walviesse Dias

Bernardo Monteiro

Bernardo Monteiro

Bárbara Dias, Luana Teixeira, Sofia Coelho

Bárbara Dixe Ramos

Bárbara Oliveira

Bárbara Viana da Mota

Catarina Almeida

Catarina, Inês e Vânia

catarinarocha

Cláudia Carvalho, Soraya Évora, Diogo Rodrigues

culturaulp

Daniel Dias | Eduardo Costa | João Rocha

Daniel Gonçalves

Daniela Couto, Marta Andrade, Raúl Gaspar

danipinojtv

David Sancho

david_9

Diana Alves

Diana Ferreira

Diana Nogueira

Diana Pinheiro

Diogo Moreira

Débora de Sousa

Eduardo Costa

Esperança Joaquim

Esther Egea

fabio

Filipa Coelho

Francisca Rodrigues

Gabi Araújo

Gabriela Bernard, Inês Fernandes e Rafael Moreira

Gabriela Ferreira

Gabriela Silva |Eduardo Vinuesa |María León

Guilherme Cardoso

guillealonsof

Inês Fernandes

ivaniadcardoso

Joana Oliveira

Joana Vieira

joaovieiraallan

jornalismotv

jornalismovanessacunha

João Pimenta

João Tavares

Juliana Neves

Juliana Pinheiro

Jéssica Rocha

Leonor Ferraz

Lisandra Valquaresma

Lourenço Lopes

Lúcio Gomes Correia

Mara Craveiro

Maria Ferreira

Maria Flambó

Maria Inês Moreira

Maria João Silva

Marta Andrade

MartaBm

MaríliaGonçalves

Nádia Santos

Palmieri

Patrícia Dias

Patrícia Sofia Pereira

Pedro Faria

Pedro Lorador

Q'queres Morcão?

Rafael Oliveira

Rayne Fernandes

Renata Andrade

Ricardo Marques

Rita Silva

Rosária Gonçalves

Rui JM Fernandes

Sara Alves

Sara Calafatinho

Sara oliveira

sessaomeianoite

Soraya Évora

Susana Moreira

t0pas

taniaduraes

TF

Tiago Ribeiro

Tiago Sá Pereira

vanessasanogueira

Vicente Garim

pesquisar
 
Fevereiro 2017
D
S
T
Q
Q
S
S

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27


Últ. comentários
https://verdade-rigor-honestidade-diferente.blogsp...
Os portistas estavam muito confiantes, mas este nã...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro