Blog dedicado à unidade curricular de Jornalismo Televisivo da Universidade Lusófona do Porto

Segunda-feira, 24 de Março de 2014

Texto pivô:

Entre os dias 13 e 16 a Exponor recebeu o Qualifica. A feira anual para a educação, formação de juventude e emprego pretende dar a oportunidade aos mais jovens de conhecer quais as opções para o futuro e ajudá-los a fazer as escolha acertada.

 

 

Off Jornalista (1)

Com objectivo de ajudar estudantes com as futuras escolhas profissionais

Entre 13 e 16 de março, a Exponor recebeu o qualifica, uma feira dedicada à mostra de várias ofertas educativas

 

Vivo entrevistado I- Rui, estudante do ensino secundário

“Ajuda muito porque existe muitas Universidades e muitos cursos a mostrar aqui as opções, Uma pessoas pode escolher e ajuda a escolhermos e a encontrar informação.”

 

Vivo entrevistado II – Miguel, estudante do ensino básico

“Até há pouco tempo estava só para informática e aqui agora já estou meio exército também. E ajuda bastante a escolher, embora eu só esteja no 8º, ainda tenho para aí mais três ou quatro anos pela frente, mas já ajuda a ter uma pequena ideia.

 

Off Jornalista (2)

O Exército Português ocupou aliás a maior área de exposição com mostras de todos os ramos das forças armadas

 

Vivo entrevistado III- 1º Sargento Paulo Torres, Exército PortuguVivo entrevistado V-  Manuel APrques, professor do ensino secundºarês

“Essencialmente o Exército alimenta as suas fileiras de jovens, sendo esta uma feira por excelência onde estão muitos jovens presentes, naturalmente que entendeu que era uma mais valia participar nesta feira. Muitos jovens não têm bem a noção do que o Exército lhes pode oferecer e então aqui conseguem tirar algumas dúvidas.”

 

Off Jornalista (3)

A feira atrai sobretudo alunos do secundário e professores que os acompanham mas também adultos que procuram complementar a sua formação ou  adquirir novas valências,

 

Vivo entrevistado IV- Carlos Marques, professor do ensino secundário

“Como professor de alunos em final do ensino secundário, tivemos, digamos assim, a vontade de os trazer cá para lhes mostrar algumas coias que eles poderiam fazer agora no pós secundário. Eventualmente muitos deles quererão ir para a universidade, outros nem por isso, alguns querem ir trabalhar, isto mostra-nos muitas possibilidades para eles e para o que quiserem fazer já para o próximo ano.”

 

Off Jornalista (4)

Comparando com anos anteriores notou-se uma quebra na numero de visitantes assim como de expositores. Sinais de tempos que mostram que estudar é cada vez mais um luxo.

 

Repórteres:

Bárbara Rodrigues e Catarina Rocha

 

Imagem e Som:

André Mota

 

publicado por sessaomeianoite às 22:23

Feira dos Pássaros

Texto pivô:

Para comprar pássaros e tudo o que precisa para tratar deles no Porto pode fazê-lo todos os domingos de manhã na feira dos pássaros. Agora junto ao jardim da cordoaria, a feira tem resistido à crise e continua a a fazer parte do roteiro turístico da cidade.

 

 

Off Jornalista (1)

Já faz parte da vida da cidade

A feira dos pássaros que se realiza todos os domingos de manha é já um marco da cidade do porto

Agora em frente ao Centro Português de Fotografia, continua a cativar o publico

 

Vivo entrevistado I- Maria José Rodrigues, reformada e Maria Eduarda Rodrigues, estudante

“Viemos aqui à Feira ver os passarinhos. Os passarinhos e os animais, não é só os passarinhos. Ela tem um gosto especial pelos animais. Ela gosta de tudo que seja animais, é cães, é gatos, é tudo.”

 

Vivo entrevistado II- Carlos sousa, construtor civil

“Uma pessoa tendo este vício não larga a Feira, claro há sempre uns anitos não é, uma pessoa tendo pássaros não larga isto. Isto é um vício que está no corpo.”

 

Off Jornalista (2)

Os vendedores de sempre, os mesmo sons, o mesmo sentido popular. Ana Cristina, atualmente desempregada trabalha na feira desde os seis anos

 

Vivo entrevistado III- Ana Cristina, desempregada

“É só isto, mistura para canários, para outros pássaros, gaiolas, medicamentos, ninhos. É engraçado, principalmente as pessoas que estão sempre a regatear e nós gostamos disso sinceramente. É bom.”

                  

Off Jornalista (3)

Nos últimos tempos os vendedores e clientes notam uma quebra na afluência

 

Vivo entrevistado IV- Manuel Alves, empresário e vendedor na Feira

“A afluência de pessoas é a mesma. Agora as pessoas que vêm para comprar, sim isso diminuiu. Tem-se tentado inovar com animais diferentes, mas houve uma quebra por causa da crise, sim.”

 

Vivo entrevistado V- Carlos Sousa

“Uma pessoa vê que isto agora está um bocado fraco, está, isso vê-se. De dia para dia está-se a ver muito, muito mesmo, isto ir a baixo.”

 

Jornalista (4)

Mas a nível de pessoas sente que tem muito menos gente?

 

“Muito, muito menos. Uí, isto não tem nada a ver. Não tem nada a ver, sei lá, de há um ano atrás, nota-se muito a diferença mesmo. Muita mesmo”

 

Vivo entrevistado VI- Ana Cristina

“Com muito menos frequência. As pessoas tentam mais vender os pássaros em vez de os comprar e então está um bocadinho em baixo neste momento. As pessoas vêm mais para passear do que propriamente para comprar, é normal agora.”

 

Vivo entrevistado V- Maria José Rodrigues e Maria Eduarda Rodrigues

“Provavelmente não comprarão tanto, mas menos pessoas não pois não? Tem vindo mais ou menos a mesma coisa. E hoje até acho que está muita gente.”

 

Off Jornalista (5)

Uma sombra de outros tempos que teima em aguentar-se.

 

Repórteres:

Bárbara Rodrigues e Catarina Rocha

 

Imagem e Som:

André Mota

publicado por sessaomeianoite às 22:21

Texto pivô:

A Câmara Municipal do Porto decidiu assumir a organização da Feira do Livro da cidade. Uma decisão que chega depois de um período de incerteza com o falhanço das negociações com a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros que ameaçaram pôr em causa a realização do evento.

 

 

 

Off jornalista (1)

Afinal sempre vai haver feira do livro no Porto.

Após negociações falhadas com a APEL a Câmara do Porto assume  os custos da organização do evento.

 

Vivo entrevistado I- Manuel Sousa

“Eu acho que é um bocado fora da norma, não é. Não estou a ver a Câmara muito a fazer isso, mas pronto talvez seja uma boa ideia, é uma novidade. Vamos esperar para ver.”

 

Off Jornalista(2)

Depois de um ano de incerteza, o pelouro da cultura da câmara compromete-se em realizar a feira nos jardins do Palácio de Cristal mudando a data habitual de Maio para os dias entre 5 e 21 de Setembro.

 

Vivo entrevistado II- Catarina Barbosa

“Faz falta a Feira do Livro no Porto. Somos uma população, acho que toda a gente do Porto, dedicada aos livros.”

 

Vivo entrevistado III- Manuela Pestana , Editora da Universidade do Porto

“Acho que a não realização da Feira do Livro acho que é sempre uma grande falha do ponto de vista cultural. Fez falta o ano passado, embora depois tenha havido a feira alternativa, digamos assim. Portanto acho que seria, é, um evento realmente muito importante quer para os editores quer para os leitores.”

 

Vivo entrevistado IV- Catarina Barbosa

“Realmente havendo a feira do livro as pessoas conseguem adquirir livros a um preço mais económico e investem se calhar mais uma vez que estamos também num período de crise e tudo, se não houvesse esta ajuda as pessoas se calhar não iam conseguir adquirir os livros a este baixo preço e se calhar nem os adquiririam.”

 

Off Jornalista (3)

Para além de mudar de lugar a feira abrirá este ano a participação a livreiros, alfarrabistas e associações cooperativas do sector. Uma medida que é tomada ainda com alguma incerteza por parte de comerciantes mais pequenos.

 

Vivo entrevistado V- José Alves, livreiro

“Nós não sabemos em que moldes é organizado. Só sabemos as datas propostas, o local, que é o que vem na comunicação social, portanto não lhe posso responder exatamente porque não sei que custos é que poderão ter eventualmente para os expositores. Trabalha-se muito em base de modas, e para grandes grupos, esquece-se que há por vezes nichos de mercados que realmente deviam ter livros. Eu digo-lhe uma coisa, eu estou nisto há 50 anos e estamos a passar uma situação complicada em relação ao livro que tem a ver com os livreiros e tem a ver com os editores.”

 

Off Jornalista (4)

A câmara terá apoio da biblioteca Almeida Garrett na organização e a empresa municipal Porto Lazer encarregar-se-á da animação e logística do evento

 

Repórteres:

Bárbara Rodrigues e Catarina Rocha

 

Imagem e Som:

André Mota

publicado por sessaomeianoite às 22:10

Texto Pivô
Mais do que uma mercearia é um ponto de referência obrigatório na cidade invita desde 1934. Chá, café, mercearia, aroma e história são os ingredientes desta casa.



Voz Off 1
O aroma intenso a café inunda esta casa e não deixa margens para duvidas, o produto é de qualidade.

Entrevistado 1- Proprietário Fernando
Esta casa já tem quase 90 anos e o forte da casa foi sempre o café. O café que ainda continuamos a vender e que os fregues quando quer café moído na hora e de boa qualidade procuram-nos.

Voz Off 2
Grãos moídos à frente do cliente, misturas especiais de cafés e ainda sons dos antigos moinhos levam-nos de volta a uma época dourada do comércio tradicional.

Entrevistado 1- Proprietário Fernando
Antigamente era mais mercearias, agora é mais chás, cafés e especiarias, é este o forte. Já temos clientela muito antiga. Nesta zona eram quase 12 casas neste género e agora só esta esta. E vamos vendo se nos aguentamos.

Entrevistado 2
Já frequento esta casa há muitos anos, talvez há 50 anos e embora não seja um cliente que aqui chegue e não faca as suas compras apenas como conheço e sou amigo da casa venho ca quase todos os dias. É apenas isso.

Voz Off 3
Numa caixa, de cartão desgastado está meio mundo. Um poço de memórias arquivadas numa capa já sem cor. Postais da Polónia, da Suiça, de Miami, de Paris e da Ucrânia, entre outros dão-se a conhecer.

Reportagem: Vanessa da Cunha e Vanessa Nogueira
Edicão e Imagem: João Cravo
publicado por vanessasanogueira às 21:39

Texto Pivô
De Norte a Sul do país, há quem faça dos chocolates uma arte. Há quem passeie por casas que se dedicam à chocolataria.



Voz Off1
O roteiro chocolateiro do Porto é recheado. Nele cabem algumas novidades, como a Bonitos. Por aqui o difícil é escolher.

Entrevistado 1- José Lopes
O nome da casa bonitos vêem do nome do nosso chocolateiro Valdemar Bonito da família Bonito. Ele trabalha em chocolate a mais de 40 anos e periodicamente vai introduzindo novos sabores. O saber caramelo é um sabor que já comercializamos a vários anos

Voz off 2
Chocolates caseiros dão destaque aos bombons, com variações entre lisos e recheados, com frutos secos ou frescos.

Entrevistado 1- José Lopes
Nós, trabalhamos o chocolate em si, trabalhamos com chocolate da melhor proveniência é belga, dentro das diversas referencias que a fábrica nos fornece usamos as melhores misturas que eles têm. Todos os outros recheios são do senhor Valdemar bonito.

Entrevistado 2- Claúdia
Normalmente, o chocolate do Bonitos é tudo bom. Mas eu gosto do chocolate negro. Há uma variedade muito grande, mas normalmente é os bombons que eu procuro aqui.

Voz off 3
De varias formas, cores e sabores enchem os olhos de quem por ca passa. Com a chegada do dia mundial do chocolate poucos vão resistir a tentação.

Reportagem: Vanessa da Cunha e Vanessa Nogueira
Edição e Imagem: João Cravo
publicado por vanessasanogueira às 20:10

PIVô

Com a chegada da Primavera espera-se que chegue o bom tempo. Esta, é uma altura do ano em que as pessoas começam a sair mais à rua e passam a frequentar mais espaços ao ar livre.

Nos Jardins de Serralves e na Foz do Porto, a Primavera já começou

a atrair mais visitantes.

 

VO.1 - A primavera já se faz sentir nos jardins de Serralves. 

 

Entrevista.1 - Sara Maia (Casa do Chã Serralves)  : «É muito engraçado começar a ver a estação mesmo a mudar aqui no parque, as primeiras flores a aparecerem, os cheiros também se tornam diferentes. Ainda agora estava ali sentada e estava precisamente a aperceber-me dos barulhos que são diferentes, com os pássaros, com  todos os seres vivos que andam por aqui»

 

VO.2 - O ambiente só por si é convidativo, mas a chegada da nova estação permite que cada vez mais pessoas - comecem novamente a frequentar espaços ao ar livre.

 

Entevista.1 - Sara Maia (Casa do Chã Serralves) - «Nota-se uma grande diferença, até por causa do uso da esplanada que durante o inverno, por norma, as pessoas estão todas recolhidas dentro da Casa de Chá. E começando os primeiros raios de sol e principalmente ao fim-de-semana, nota-se uma diferença muito grande porque está sempre a esplanada cheia e as próprias visitas ao parque têm uma afluência muito maior.»

Entrevista.2 - Beatriz cordeiro: «Permite-nos dispor de outros tipos de espaço, para estudar, relaxar, seja o que for e no meu caso para fotografar.»  

Entrevista.3 - Sofia Marta: «Eu gosto mais de ir para os parques, para ir relaxar no fim das aulas. Gosto de apanhar um bocado de sol porque no inverno acho muito triste porque não há sol.»

Entrevista.4 - Sofia e Manuel: «Espaços ao ar livre são de facto espaços que eu privilegio e normalmente quando vejo dias com melhor tempo, mesmo no inverno, opto por fazer programas assim, mesmo em termos de estudar ou de passear.»

 

VO.3 - A chegada do bom tempo também se faz notar na Foz do Porto - mas aqui - há também quem passeie, a um ritmo mais acelerado.

 

Entrevista.5 - Tânia Brandão: «Com este tempo só dá vontade para fazer exercício.»

Entrevista.6 - Eduardo Lopes: «Exercício pouco, agora. É mais lazer mas faz-se um bocado de exercício.»

Entrevista.7 - Joaquim Manuel Matos: «Viemos dar um passeiozinho aqui, caminhar um pouco e depende evidentemente do estado do tempo mas não da estação do ano. Embora na Primavera tenhamos, espera-se, melhor tempo do que tivemos até agora»

Entrevista.7 - Beatriz Matos: «Sim e a alegria de viver na Primavera é muito maior.»

 

VO.4 - Depois de um inverno nublado, a primavera chegou discretamente e por enquanto, é tempo de aproveitar o sol - até à última instância.

 

Reportagem: António Pedro Pinto   

Imagem: Vítor Tavares

publicado por t0pas às 19:14

mais sobre mim

Agustina Uhrig Raquel Batista

Ana Luísa do Vale

Ana Martins

Ana Miranda

Ana Miranda

Ana Ribeiro

Ana Rita Azevedo

Ana Rita Azevedo

Ana Rita Castro e Mara Craveiro

Ana Silva

Ana Sofia Silva

Andreia Araújo

Andreia Oliveira; Gisela Silva; Marta Oliveira

Andreia Resende

Barbara Couto, David Soares e Fábio Costa

Barbara Viana da Mota

Beatriz Sousa

Beatriz Walviesse Dias

Bernardo Monteiro

Bernardo Monteiro

Bárbara Dias, Luana Teixeira, Sofia Coelho

Bárbara Dixe Ramos

Bárbara Oliveira

Bárbara Viana da Mota

Catarina Almeida

Catarina, Inês e Vânia

catarinarocha

Cláudia Carvalho, Soraya Évora, Diogo Rodrigues

culturaulp

Daniel Dias | Eduardo Costa | João Rocha

Daniel Gonçalves

Daniela Couto, Marta Andrade, Raúl Gaspar

danipinojtv

David Sancho

david_9

Diana Alves

Diana Ferreira

Diana Nogueira

Diana Pinheiro

Diogo Moreira

Débora de Sousa

Eduardo Costa

Esperança Joaquim

Esther Egea

fabio

Filipa Coelho

Francisca Rodrigues

Gabi Araújo

Gabriela Bernard, Inês Fernandes e Rafael Moreira

Gabriela Ferreira

Gabriela Silva |Eduardo Vinuesa |María León

Guilherme Cardoso

guillealonsof

Inês Fernandes

ivaniadcardoso

Joana Oliveira

Joana Vieira

joaovieiraallan

jornalismotv

jornalismovanessacunha

João Pimenta

João Tavares

Juliana Neves

Juliana Pinheiro

Jéssica Rocha

Leonor Ferraz

Lisandra Valquaresma

Lourenço Lopes

Lúcio Gomes Correia

Mara Craveiro

Maria Ferreira

Maria Flambó

Maria Inês Moreira

Maria João Silva

Marta Andrade

MartaBm

MaríliaGonçalves

Nádia Santos

Palmieri

Patrícia Dias

Patrícia Sofia Pereira

Pedro Faria

Pedro Lorador

Q'queres Morcão?

Rafael Oliveira

Rayne Fernandes

Renata Andrade

Ricardo Marques

Rita Silva

Rosária Gonçalves

Rui JM Fernandes

Sara Alves

Sara Calafatinho

Sara oliveira

Sara Silva

sessaomeianoite

Soraya Évora

Susana Moreira

t0pas

taniaduraes

TF

Tiago Ribeiro

Tiago Sá Pereira

vanessasanogueira

Vicente Garim

pesquisar
 
Março 2014
D
S
T
Q
Q
S
S

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
12
13
14
15

17
18
19
20
21
22

23
26
27
28
29

30


Últ. comentários
Bom dia aos autores deste blog,Querem a ajuda da e...
https://verdade-rigor-honestidade-diferente.blogsp...
Os portistas estavam muito confiantes, mas este nã...
subscrever feeds

blogs SAPO


Universidade de Aveiro